Caminho Traçado Meu bebê é filho do CEO by Célia Oliveira Capítulo 165

Caminho Traçado Meu bebê é filho do CEO by Célia Oliveira Capítulo 165

Capítulo 0165 

Quando Ethan saiu do quarto, Sueli encarou Rafaela de um modo reprovador, parecendo condenar a filha por algo que nem ela mesma sabia. 

Mac, está tudo bem? 

Rafaela perguntou preocupada. 

Por que ele veio visitar você? 

Não sei, acho que deve ter se sentido culpado pelo que aconteceu. 

Como ele pôde aparecer aqui desse jeito, com uma cara tão calminha, se passando por um bom moço? 

Mãe, a culpa não foi apenas dele. Eu já havia sido alertada de que não deveria entrar em seu escritório sem bater, mesmo assim, acabei fazendo. Essas são apenas as consequências. 

Isso não justifica nada, Rafaela. 

Sei que não, mas não quero que o culpe. Aconteceu alguma coisa com ele, que o fez ficar daquele jeito e eu tenho certeza de que foi por conta da visita que recebeu. 

Pare de defendê-lo, Rafa. Por culpa desse rapaz, minha netinha não está nesse quarto conosco. Sabe o quanto me segurei para não grudar no pescoço dele? 

Eu sei, mãe, mas…. 

– Chega de, mas pediu. Vi o jeito que você olha para ele, como se nada do que ele fez tenha afetado você. 

– Não é desse jeito, mãe – explicou. 

– É, sim, eu percebi. Filha, você age desse jeito porque gosta dele, mas precisa entender que um homem que agride uma mulher não é digno de amor. 

Sei disso, não se preocupe, logo isso passará com o tempo. 

Se continuar trabalhando para ele, acho que nunca passará. 

Chaga, mãe pediu. 

– 

Eu nem sei se vou continuar trabalhando para ele. Depois do que aconteceu, o Ethan deve estar chateado comigo por eu mentir, e só deve estar me esperando. sair do hospital para me mandar embora. 

Quem devia estar chateada era você! E quer saber? Acho que é o melhor a acontecer. Não quero que vocês convivam. 

Não se preocupe com isso, mãe. Agora me ajuda a me levantar, quero me preparar para ver a 

Ava. 

Tudo bem, vou pegar a cadeira de roda. 

Um misto de emoções estava consumindo Rafaela, que não via a hora de se encontrar com a sua bebê. Sabia que seria apenas por alguns minutos, mesmo assim, não conseguia se conter. 

Ao entrar na UTI Neonatal, seus olhos já foram em direção à incubadora, onde a bebê estava deitada, ligada a vários aparelhos. 

+15 BOHOS 

Levantando-se da cadeira com certa dificuldade, aproximou-se dela, com os olhos já cheios de lágrimas. 

Meu amor, a mamãe está aqui – Tentou tocá-la. Você vai ficar bem, minha bonequinha, mamãe não vê a hora de te pegar no colo. 

Rafa chorava, apreciando cada detalhe da pequena, que tinha poucos fios de cabelo na cabeça. 

Preciso que você se recupere logo e fique bem saudável, pois temos muitas coisas para vivermos juntas. 

Quer pegá-la no colo, mamãe? – A enfermeira se aproximou, perguntando. 

Sim, eu quero respondeu ansiosa. 

– 

Cuidadosamente, a enfermeira abriu a incubadora, pegando a pequena Ava com cuidado, sem deixar que os aparelhos a machucassem. 

Rafa estendeu o braço, pegando a sua pequena preciosidade, com o maior amor e cuidado do mundo. 

– Oh, meu Deus – disse ela, sem deixar de conter as lágrimas. -Eu te amo tanto, meu amor, eu te amo tanto. 

Sussurrava. 

-Ela tem sorte de receber tanto amor assim – disse a enfermeira. 

– Sim, ela é muito amada- respondeu, sem tirar os olhos da filha. 

O papai também a encheu de carinho hoje. 

– O quê? – Perguntou confusa. 

O pai dela esteve aqui mais cedo. 

-O pai dela? 

Sim. 

Surpreendeu-se com a revelação. 

Respondeu. Ele estava muito emotivo e pareceu até chorar. 

– O Ethan estava emotivo? – Sussurrou. 

A revelação da mulher lhe pegou de surpresa. Por que Ethan visitou a bebê e não lhe disse nada? 

Aquilo a fez refletir por um tempo. 

Sinto muito, devo colocá-la novamente ali. 

A enfermeira pegou a bebê novamente. 

Rafa se despediu da filha e saiu dali, com a cabeça cheia de dúvidas e confusão, mas com o coração quentinho. 

Como ela está, Rafa? Sueli perguntou, já que não podia entrar com a filha. 

– Ela está bem, mãe. É uma guerreira. 

Você pôde pegá-la no colo? 

Sim, eu pude respondeu emocionada. – Estou tão feliz. 

Seus olhos estavam brilhando de emoção. 

2/4 

+15 BONOS 

Voltando para o quarto, acabou recebendo a visita de Kate. 

Amiga, como a nossa bonequinha está? 

O quadro dela é estável, até agora, tudo está bem.. 

– Que bom, nem posso acreditar que não posso vê-la ainda. 

Kate, preciso te contar uma coisa 

sussurrou.. 

Sueli havia aproveitado que Kate estava all, para sair um pouco e comprar algo para beber. 

O que houve? 

A enfermeira me contou que o Ethan visitou a Ava na UTI Neonatal. 

– O quê? 

surpreendeu-se. 

Ela disse que ele estava emotivo e pareceu estar chorando. 

– Não brinca. 

A cara de Kate não disfarçava a surpresa. 

Ele veio me visitar aqui pela manhã, mas não me disse que havia ido visitá-la. O que acha que isso significa? 

Eu não sei – respondeu pensativa. 

-Será que ele se sente culpado pelo que aconteceu? 

– E o que aconteceu? 

Foi aí que havia percebido que não havia revelado para Kate o que houve no escritório. 

Como você escondeu isso de mim? Kate perguntou, nervosa, após a amiga revelar o que havia acontecido. 

Ele estava aqui na hora, não queria dizer em sua frente. 

Rafa, o Ethan é um louco. Agora entendo por que ele estava chorando, é o sentimento de culpa. 

Tem razão, só pode ser por isso. 

Talvez ele não te tenha revelado que esteve lá com a Ava, porque está com vergonha de si 

mesmo. 

– Deve ter sido isso. Disse ela, ficando em silêncio pensando no ocorrido. 

– Por que você ficou tão quieta assim? – Kate perguntou, estranhando o comportamento da amiga. 

-Eu não sei, só queria saber o que houve com ele, para ter perdido o controle daquele jeito. 

Amiga, mesmo estando aqui no hospital, você continua preocupada com aquele idiota? 

Sei que pode parecer burrice de minha parte, mas sim, estou muito preocupada. Ele disse que sumirá por uns días, e que não é por conta do trabalho. Será que está acontecendo alguma coisa? 

+15 BONOS 

Não adianta te pedir para não se preocupar, né? está acontecendo para você, tudo bem? 

– suspirou. 

Vou tentar descobrir o que 

Sério mesmo? — perguntou animada. 

Só vou fazer isso, porque não quero que fique preocupada à toa. 

– Obrigada, amiga – tocou gentilmente a mão de Kate. que foi visitá-lo. 

Sabe ao menos o nome dela? 

Ela não quis dizer o nome. 

Isso é um pouco suspeito, não acha? 

Eu queria saber quem é a mulher 

Claro que é, por isso estou desse jeito. Eu não consegui ouvir muita coisa, mas acho que ela disse haver algo para revelar a Ethan a respeito da Eva. 

Nossa, agora eu que estou ficando curiosa. 

O que será que o Ethan descobriu sobre a noiva, que o deixou tão alterado? 

Eu não sei, mas seja o que for, tenho a leve impressão de que logo descobriremos. 

 


Caminho Traçado: Meu bebê é filho do CEO by Célia Oliveira

Caminho Traçado: Meu bebê é filho do CEO by Célia Oliveira

Score 9.9
Status: Ongoing Type: , Author: Artist:
Caminho Traçado: Meu bebê é filho do CEO by Célia Oliveira” Rafaela se mudou para Nova York, na esperança de esquecer seu amor platônico e não correspondido por seu antigo chefe, o doutor Tácio Duarte.Morando num dos locais mais caros do país e com um emprego estável, a vida dela estava quase perfeita, só lhe faltava um amor.Após ser inesperadamente transferida de setor e começar a trabalhar para um novo chefe, cheio de manias estranhas, ela decide sair com uma amiga para um bar. Caminho Traçado Meu bebê é filho do CEO by Célia Oliveira  

Nesse bar, ela acaba conhecendo um homem lindo, que fez seu coração disparar…Uma conversa envolvente, alguns drinques na mente e uma noite inesquecível, ela sentiu que poderia voltar a se apaixonar. Mas seus planos foram de água abaixo, quando descobre que o homem dos seus sonhos, na verdade, é o seu novo chefe insuportável.

Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Options

not work with dark mode
Reset